sexta-feira, 27 de setembro de 2013

QUANTO VALE MINHA VAGINA

Pensem comigo:
  • CONSULTA SEMESTRAL GINECOLISTA – R$ 150,00 ( CADA )
  • POMADA GINECOLÓGICA – R$ 35,00
  • DEPILAÇÃO NA VIRÍLIA – R$ 10,00 ( SEMANAL )
  • SABONETE INTÍMO – R$ 10,00
  • SABÃO ESPECÍFICO PARA CALCINHA – R$ 5,00
  • CALCINHA – R$ 10,00 A R$ 20,00 ( CADA )
  • ABSORVENTE – R$ 5,00 O PACOTE – SENDO DOIS PACOTES NO MÊS GASTA-SE R$ 10,00 MENSAIS E R$120,00 AO ANO
  • ABSORVENTES DE USO DIÁRIO – R$ 10,00 ( MENSAL)
Nessa continha rápida há valores aproximados do quanto nós mulheres gastamos anualmente com nossa vagina. Então; vocês acham que vou ficar “dando” de graça? Por favor! 
Não estou afirmando que vou me prostituir, muito menos estou às induzindo a seguir este caminho. Não que eu tenha algo contra as prostitutas, apenas acho que esta não é a melhor alternativa. Mas acredito que se prostituir é muito mais honesto que roubar, matar e traficar. 
O que quero dizer é que realmente não tenho condição alguma de ficar por aí perdendo meu precioso tempo fazendo sexo com pobre em motel de quinta. Homem bom para mim é aquele que ajuda e não que atrapalha.
Vamos ser francas: tudo bem que as coisas estão mudando, mas sabemos que um homem de verdade faz questão de pagar a conta e jamais aceita ser bancado por uma mulher. Agente até aceita dividir ou pagar em ocasiões especiais, mas fazer isso sempre, por mais feministas que possamos ser, é terrivelmente assustador.
Acabei descobrindo ( aos trancos e barrancos ) o quanto vale a minha vagina. E hoje não assumo um nível social abaixo do meu por pênis nenhum desse mundo ( por mais gostoso que ele possa ser). 


36 comentários:

  1. Acho que a questão não é nem em quanto vale a vagina, mas a pessoa inteira... rs.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Adoreiiii.. ri muito e concordo com tudo o que você escreveu. A mulher tem que se valorizar e impor seus limites, por aí tem muita mulher precisando cair na real. Tem muita mulher que se submete às situações de degradações. Mulher tem que ser firme, forte, objetiva.
    Arrasou querida !!!





    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário muito infantil chega a ser adolescente .....

      Excluir
    2. Sabias palavras... Mulher de caráter é outra coisa.

      Excluir
  3. Acho que se esse é o preço da sua vagina, tá barato.
    Qualquer ex-BBB ganha muito mais que isso só para mostrar a dita cuja na Sexy...

    ResponderExcluir
  4. Cuidado, moça. A última pessoa que conheci que pensava como você, quando encontrou o "bom partido" (leia-se: rico e branco), apanhou do sujeito na primeira semana de casamento.
    Você acha que pondo um preço na sua vagina (que achei até barato, qualquer ex BBB ganha muito mais só para mostrar a dita cuja em revista masculina) está se valorizando, mas se vender por dinheiro, qualquer dinheiro, é se vender barato. É abrir a porta para ser dominada. E não vivemos num livro de E.L. James, fia, abra os olhos. Dinheiro é bom, sim. Mas ter dinheiro não torna nenhum homem melhor que outros. E um cara que tem dinheiro hoje, pode não tê-lo amanhã. O mundo dá voltas.
    Seria mais proveitoso para o mundo escrever sobre encontrar um sujeito honesto, sincero, companheiro, amoroso... suas prioridades estão invertidas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Khaalesi;

      Cara leitora:

      Sim! Quero um homem honesto, sincero, companheiro, amoroso, mas dentre estas características também exijo que possua uma boa condição financeira, que tenha caráter e seja culto. Para mim um executivo culto e muito bem sucedido vale muito mais que um jogador de futebol milionário, ex favelado e que mal concluiu o ensino médio. Dinheiro não é tudo! Mas pesa no quesito : CARACTERÍSTICAS DE UM BOM PARTIDO. Afinal um sujeito honesto, sincero, companheiro, amoroso e que vive em uma vida medíocre contando moeda para comprar um pão, mal conseguindo se sustentar não pode ser considerado um BOM PARTIDO.

      Afinal o que é um bom partido?

      Um homem BOM PARTIDO. além de um excelente emprego , é muito bem sucedido, se o sujeito é honesto, sincero, amoroso, mas não pensa em estudar, trabalhar ou em fazer naaaaaaaaaaaaaada da vida, esse cara não é um BOM PARTIDO!
      Um homem BOM PARTIDO possui uma boa aparência. Boa aparência nada tem haver com cor de pele, você pode ser branco e não ter boa aparência, como também pode ser negro e ter. Isso é tão relativo...
      Um homem BOM PARTIDO é um excelente filho e trata com muito amor e respeito a mãe e as irmãs. Esses fatores indicam que um homem assim tem muita chance de se tornar um bom pai ou padastro.
      Um homem BOM PARTIDO não liga a cobrar para uma mulher e sempre paga a conta, afinal ele é um cavalheiro.
      Na casa de um homem BOM PARTIDO você não encontrará nunca papel higiênico vagabundo, daqueles que de tão ásperos coçam o bum-bum.

      HOMEM COVARDE que bate em mulher você encontra em qualquer classe social. Está aí a Lei Maria da Penha e as Delegacias da Mulher para provar que infelizmente isso é comum entre ricos, pobres, negros, brancos... A ultima pessoa que você conheceu não encontrou um BOM PARTIDO, encontrou um covarde. E eu não vou deixar de me envolver com um médico bem sucedido para me envolver com um gari amoroso só por medo do médico me bater na primeira semana de casamento. Só quem bate em mulher é rico e branco? Por favor! Reveja seus conceitos!

      Felicidades

      Zaz

      Excluir
    2. Você assistiu muito filmes da Disney, faz as unhas cabelos desde muito cedo etc etc etc? Mulher clichê! Um bom partido, na minha opinião, não pagaria pela sua vagina.

      Excluir
    3. Concordo com a Daniela. Zazzle, posso até entender que tu veja como vantagem o cara pagar coisas pra ti em troca de sexo. Entretanto, me parece um péssimo investimento investir em mulheres que pensam desta forma.

      Excluir
    4. Unknown melhor é entao ter filho com homem pobre, para qd morrer deixa afilha passar vida na miseria ,para qd surgi um rico a mãe solteira estimular ate perder avirgindade com o imoral, q devido acondição financeira ser superior ,se aproveitara de sua miseria ,e explorara sua imoralidade na net com um bando de otario.

      Excluir
  5. Zazzle, Logo quando vi este seu blog pela primeira vez, não concordei com seus métodos. Hoje considero você exagerada e extremamente preconceituosa com homens pobres.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Zazzle!

    Vem sendo um colírio para meus olhos ler seus posts! Já fiz esse cálculo muitas vezes! rsrs

    Mas, antes de comentar, gostaria de perguntar à companheira acima, DN Farias, já que discorda tanto assim, como já comentou em outros posts, por que ela ainda lê esse blog. Não sou a autora, mas fico um pouco irritada com os comentários da mesma. Se não concorda, se não descobriu ou se já encontrou o prazer de se relacionar com um bom partido, que seja feliz, mas não pegue no pé de quem ainda está procurando. Desculpa a intromissão, Zaz...
    Voltando ao assunto, para mim é reconfortante este blog porque vejo que não sou a única que questiono meus investimentos nas relações. Uma vez, brinquei com uma amiga que nossa vagina valhia milhões... Afinal não são todas as mulheres que se cuidam com higiene e cuidado disciplinar, vão rotineiramente à ginecologista, só transam com proteção e como no meu caso, se depilam à cera! Hehe E referindo-me à colega Khaalesi que comentou sobre a Sexy. Primeiro que outro dia me contaram que na Sexy justamente a vagina não aparece mais, digamos, descaradamente. E se elas ganham tanto para os outros baterem no banheiro, sorte delas. O que não significa que nossas vaginas “anônimas” valem menos do que a delas. Pelo contrário, a minha é exclusiva, só para Vips! Apenas com proteção e quem invista muito, em todos os sentidos, por um momento com ela! Como a Zaz falou, a questão não é só a conta, mas como o homem nos trata. Inclusive, sugiro a você, Zaz, fazer um post com um desenvolvimento dessa sua resposta. Considero interessante recomeçarmos uma discussão a respeito do que significa o “bom – partido”.

    Beijos!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michelly;

      Boa tarde;

      Morri de ri quando li a sua frase : "Pelo contrário, a minha é exclusiva, só para Vips! " kkkkk E não é que você tem toda razão? Vou aderir essa frase em meu vocabulário. Adorei !

      Quanto as críticas, não ligo, faz parte! Na internet ou no mundo real sempre existirá aquele tipo de pessoa que não tem o menor respeito ou bom senso ao interagir com outras. Mas, percebo que nos meios virtuais, como seria o caso de um blog, esta característica parece tomar proporções maiores, ainda mais tratando-se de um blog com um tema tão polêmico quanto o meu. Por esse motivo optei por bloquear o recebimento de comentários anônimos. Como citou certa vez a leitora Dama de Cinzas : " o anônimo é tão preguiçoso que nem consegue ser capaz de fazer um fake só para expor seus comentários difamatórios"; afinal, muitos ainda agem como se a internet fossem terra de ninguém e tenho absoluta certeza que pessoas que tentam humilhar, difamar e ridicularizar alguém no mundo virtual, não teria coragem de agir da mesma forma se estivesse cara a cara com seu interlocutor. Então: sou a favor da liberdade de expressão e aprovo qualquer comentário contrário a minha opinião, desde que este seja respeitoso tanto comigo quanto com minhas outras leitoras.

      Beijocas

      ZAZ

      Excluir
    2. Cara colega Michelly,

      Simplesmente não podemos opinar, criticar, dar sugestões sem conhecer um assunto, sendo ignorantes. Para ser critico de livros, devemos ler livros, e muitos livros, para falar sobre filosofia temos que ler muito sobre filosofia, para falarmos de coisas interessantes para nos temos que ler sobres essas coisas, para criticar o que são baboseiras para nos, temos que ler sobre baboseiras, não basta apenas sabermos o que está certo. Como se pode dar uma opinião sobre um blog lendo só um post de um monte que foi colocado no blog. É quase a mesma coisa que formar a opinião de um pais baseado em uma unica cidade deste. Se não gostamos temos todo o direito de não nos interessarmos e não queremos ir atras e buscar informações a respeito, mas não teremos o direito de falar sobre isso, de faze uma opinião. Porque para formarmos uma opinião, devemos saber muito bem sobre o assunto.

      Bom Zazzle,

      cada ser é único e tem suas individualidade, ainda bem, e temos toda a liberdade de ter nossas escolhas. Eu como feminista e humanista, sempre luto pelos direitos iguais entre os seres humanos respeitando as suas diferenças. Fico muito triste que as pessoas simplesmente não respeitam as suas escolhas, e suas opiniões. As pessoas podem discordar, eles tem esse direito, mas sempre respeitando. Cada um tem o direito a suas escolhas. Mas cada um tem a sua noção de bom partido, eu tenho a minha, você a sua, sua vizinha outra. Elas podem se assemelhar em algumas coisas, ou serem totalmente diferentes. Porém, nem por isso a minha noção e visão ou a sua está certa ou errada porque é diferente. Cada um tem o seu gosto. Gostaria que as pessoas entendessem isso. Não li todo os seus posts, mas acredito que vc pense assim.

      O que eu quero com todo esse discuso? Bom, como eu já disse, não li tudo no seu blog, mas algumas coisas apenas. Então, eu só queria dar a minha opinião, e não sei se você já falou sobre aqui, se falou me desculpe, mas um dia a beleza acaba. Por mais rica e plasticas que se fazem, ela acaba. Infelizmente não seremos jovem por toda a vida. Devemos sim sermos exigentes para nos mesmas, querer a melhor pessoa possível do nosso lado, mas também devemos ser a melhor pessoas possível do lado dele. Mas só oferecer beleza eu acredito que não dá. Devemos nos cuidar e ficarmos bonitas, nossa aparência é o nosso cartão de visita. Só que temos que oferecer algo a mais. Claro que tem homens com os quesitos que você supracitou que se interessem por mulheres que seja bonitas, e só. Mas a maioria dos homens busca mulheres que alem de bonitas, sejam cultas também, engraçadas, que saibam bater um bom papo. Não sei quais são todos os seus objetivos neste blog, mas percebi que é estar pronta para quando encontrar o seu bom partido. Acho que seria interessante você colocar post falando sobre outras cultura, não só a cultura da beleza. Cultura a mais não faz mal para ninguem, e nunca acaba.

      É apenas uma opinião e uma sugestão. Espero que você tenha muita sorte em sua empreitada, seja no blog ou na vida pessoal. Todas nos merecemos sucesso, seja ele qual for :)

      Excluir
  7. Oi, Zaz!

    Que bom que você se divertiu com meu comentário!

    Como você, sou muito a favor da liberdade de expressão. Mas, como espero que eu tenha deixado claro, nesse caso sou eu mesma que estou me irritando. Sei que você está disposta a ouvir todo tipo de crítica, mas resolvi comentar porque acho que algumas estão faltando com respeito.

    Outro dia li o post sobre Anônimos que você citou e também adorei esse fragmento da leitora. Mas como não era o caso da nossa companheira, decidi responder. Espero que todos entendam!

    Beijos e sorte na luta!

    ResponderExcluir
  8. Sinceramente, se quer se ater apenas a questão monetária, só resta dizer que o que você exige de um homem em troca da sua vagina mostra que você está se supervalorizando. Afinal, em troca você exige um homem rico, que deve possuir um patrimônio milionário, uma renda alta, a qual, em comparação com os gastos que você tem com a sua "manutenção" é assustadoramente superior. O preço não é proporcional ao custo.

    E o pior: a sua vagina, assim como acontece com as características físicas em geral, está perdendo gradativamente a atratividade, já que o tempo é implacável com todos, por mais que os cosméticos e as plásticas tentem impedir. Sob uma perspectiva financeira, seria o que se chama no jargão do mercado como "ativo em depreciação", isto é, aquele que perde eficiência e funcionalidade com o passar dos anos até o momento em que perde toda a sua utilidade e deve ser descartado.

    Com o patrimônio do milionário ocorre justamente o oposto, já que o natural de quem é rico é ficar ainda mais rico, já que o ganho de experiência que o tempo dá acarreta uma melhora na capacidade de gestão de patrimônio e também aumento dos rendimentos. Novamente, voltando ao jargão, o milionário é um "ativo em crescimento", cujo valor aumenta continuamente.

    A par disso, conclui-se que a sua vagina não é um bom negócio, já que você oferece um bem que perde valor como contrapartida de um bem que aumenta de valor. A desvantagem dessa transação, para o milionário, é visível.

    Em uma indústria, a conduta mais eficiente, em se tratando de um ativo em depreciação não é adquiri-lo, mas sim alugá-lo. Assim, ao milionário que seja minimamente inteligente, só há um caminho vantajoso: aproveitar a sua vagina por um curto período de tempo e descartá-la quando a "depreciação" estiver em um patamar que não seja mais tolerável. Saindo do jargão, é pra "comer e jogar fora".

    Eu sei que vai ser difícil de acreditar, mas a minha intenção não é ofender. Só quis mostrar, sob uma perspectiva maior, as consequências das suas escolhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus do Céu isso é muuuitoo bom!!! Estou rachando de rir!! Não é irônico. ADOREI BLOG, não concordo com a blogueira, mas, adorei ler algo tão controverso, com respostas tão divertidas!!1 huahuahuahuahhuah

      Excluir
    2. Samuel esse texto não é do Jurandir. Já o li antes (era uma "piada" que recebi via email, realmente sensacional), e calhou de se encaixar perfeitamente em resposta ao texto infeliz da blogueira. Texto muito bem resgatado de qualquer forma, oportunissimo para o momento.

      Excluir
  9. Essa vagina fala ou é só uma coisa mesmo?

    ResponderExcluir
  10. Não separaria entre homens ricos e homens pobres... Mas separaria por homens que valem a pena e homens galinhas, que não conseguem manter nenhuma mulher por um tempo consideravel. Esses sim, não valem um centavo de todos esses investimentos...

    ResponderExcluir
  11. Moça, seu texto é muito ruim. Abusa de várias falácias para construir um argumento machista que só contribui para reforçar o preconceito de que as mulheres são interesseiras. Você faz isso de várias maneiras:

    Sua vagina não vale tudo isso em forma de dinheiro. O valor é inestimável. É um órgão essencial para o corpo feminino, você o tem desde que nasceu. Se o perder, não poderá comprar outro que cumpra exatamente as mesmas funções. É por isso que fazer essa somatória de valores é uma falácia machista, porque parte do princípio que o valor de uma mulher pode ser medido apenas por uma parte dela e não por seu todo. É como achar que uma mulher é gostosa, apenas por ser popozuda. Mulher atraente é aquela cujo conjunto é atraente, e essa é uma maneira bem mais respeitosa de tratar a beleza feminina.

    Esse "custo de manutenção" é falacioso também, pois apenas serve de justificativa para selecionar homens pelo poder aquisitivo, como se eles devessem ser os pagadores das contas citadas por você mesma como forma de compensação justa a esses custos. A única pessoa responsável pelos "custos de manutenção" da sua vagina é você mesma. Estando solteira ou casada ou apenas saindo com um homem pela primeira vez.

    Os órgãos de um homem também têm "custos de manutenção" mas nem por isso você julga o valor dele com base nesses custos (o que seria machista). Nem se oferece para cobrir os gastos dele com ternos e o preço do CARRO que ele usaria para o transporte de vocês. Sob essa perspectiva, um homem gasta muito mais num encontro do que uma mulher. Ah, pera lá, o homem usa o carro no resto da sua vida. Sim, mas você também usa sua calcinha para o resto da sua vida, não é mesmo? Você julga os homens por seu poder aquisitivo, o que seria igualmente machista. Separar os homens em BOM PARTIDO e CAFAJESTE, além de preconceituoso é uma irresponsabilidade emocional tremenda.

    Usar o verbo "dar" pra sexo, já é um discurso machista. O sexo é um ato envolvendo duas pessoas que têm participação equivalente. Ambos se entregam. "Dar" dá a entender que a mulher presta um serviço ao homem, como se ele fosse uma máquina incontrolável de sexo que precisa ser saciada. Como se mulheres não gostassem de sexo também. Apenas parem de achar que sexo é a coisa mais valiosa que um homem busca quando sai com uma mulher.

    Exigir que o homem pague os custos de um encontro é horrível. Deixar que um dos dois pague, é um acordo entre os dois. Dividir a conta, é o básico. A mulher pagar, e não apenas de vez em quando, é algo que deveria ser visto como algo plenamente possível, dentro de um acordo aceito pelos dois. Imputar bom partido pra um homem que não tolera que uma mulher pague as contas é o mesmo que premiar uma arbitrariedade.

    Enfim, só queria listar algumas das falácias do texto para tentar fomentar um debate realmente saudável, o que, muito claramente, não é o objetivo deste blog, que propaga conteúdos machistas altamente nocivos para as mulheres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou bonito Cecília, pensou como se deve pensar uma mulher de verdade, eu gostaria de te corrigir em apenas uma coisa: Essa "mulher" não é machista, e sim feminista, pois as "feminazis" de hoje se supervalorizam de tal forma que acabam se tornando objetos que ostentam preço ao invés de valor

      Excluir
  12. Muito bom esse post, e os comentários da Cecília e do Jurandir!
    Só queria expandir o pensamento do Jurandir, além do monetário e entrar no econômico, desse modo, a vagina é um commodity, por si só, afinal, todas são iguais, se vc faz parte da nossa espécie homo sapiens sapiens.
    A "proprietária" ( ou seria fornecedora, soa machista assim né?) é quem diferencia o produto....mas, se o foco da questão é a vagina, novamente, por si só, por ter uma oferta tão grande no mercado, a tendência natural é os compradores buscarem o menor custo agregado, já que o valor percebido de todas são iguais, logo pra que vou querer a mais cara?
    Agora quando levamos em consideração o ser humano, a moça, ai sim, são outros 500....

    ResponderExcluir
  13. Carro popular novinho, emprego estável, classe média, aparência razoável, mas, compra à prazo, tem algumas contas e dívidas (como qualquer brasileiro), contudo, passa bem (passeia, mas, na medida do possível), não pode pagar tudo. Entretanto, é fiel, amoroso, cavalheiro, tem pegada (ou acha que tem :) ), adora ver a própria mulher, linda, sensual, adora elogiá-la (e sabe como), adora saber que não precisa ir a rua buscar “novidade”, gosta de família, além de apoiar nas horas difíceis. Por outro lado, já tem um filho e é separado; mas, poderia recomeçar sem problemas. Em fim, alguém que você desprezaria.
    Você quer somar e crescer junto?! Não parece. Parece que quer viver na aba! Os homens, BOM PARTIDO ou mau partido, percebem seu jeito, pois, as atitudes afloram, até aos mais desatentos. Não que eu esteja querendo dizer a você como viver, mas, está, em aberto, para falarmos. Sua estratégia não boa. Não mesmo. Nós percebemos vocês! Fácil. ;) O BOM PARTIDO não é um retardado, babão. É PERSPICAZ.
    Também queremos (digo, só os querem algo), uma mulher na qual possamos confiar; que saibamos que quando um momento difícil chegar (inclusive financeiro), seremos valorizados; ou, se fosse com suas palavras, nosso pênis será (feio né? ). Vida à dois é complicada. Penso que o sexo no casamento deve ser MAGNÍFICO, PERFEITO (veja isso antes de casar!!) e os GRANDES OBJETIVOS um do outro, não devem encontrar qualquer tipo de divergência ou resistência, um no outro. Não importa muito a musica, religião ou gosto pela leitura; importa menos do que pensamos, segundo minha opinião. Sempre haverá algo pequeno em que não se concorde.
    Sua conduta errada está dentro dos grandes objetivos (diretamente). Ninguém quer uma pessoa como você por perto (Se você for bonita, por um tempo.). Posso citar vários, vários exemplos de pessoas, como você, que foram repelidas. Nas mais variadas classes sociais e guardando as devidas proporções.
    Admito ser um pouco machista, sim, influenciado pelo meio. Gosto de pagar a conta, pensar que posso prover tudo e me sinto mal se não o fizer, mas, dai a tornar isso uma obrigação! Não misturemos as estações.
    Quando eu quero pagar por uma vagina vou às termas ou “pego” uma descartável que acha que engana e que vai conseguir se pendurar em mim (Os homens percebem e agem de acordo!). Quando quero uma Mulher, MULHER, (e é o que geralmente procuro (com “M” maiúsculo)), convivo um pouco com esta, para saber se “a vagina dela tem preço ou não”. 
    No fim, acredito que o que você quer É SER FELIZ! Tem razão de não querer viver um martilho, certíssima, mas, ao procurar SER FELIZ, encontrará a tampa da sua panela! Sempre que procurar felicidade num objetivo ou item, ao alcança-lo, voltará a ser infeliz e procurará um novo objetivo. Procure um meio termo e seja feliz HOJE, AGORA e não quaaanndoo encontrar o cara bom partido. Pode ser que, esse, não a faça FELIZ nunca, sendo, pra sempre, um mau partido atrás do próximo, do próximo, próximo...!!
    Muito bom seu blog. Gosto de polêmica.
    Beijo, Samuel

    ResponderExcluir
  14. Gta ru detesto blog mais to m vendo muito nas suas trapalhadas to gostando nao tenho intencao de arrumar um partido financeiramente bom porem concordo que o homem tem que pagar as contas afinal nao e so a vagina q custa caro e o perfume o hidratante o desodorante o cabelereiro o dentista a esticista a academia tudo isso alem do tempo vai muita grana

    ResponderExcluir
  15. Cecilia do Lago, Bruno Snow e Samuel Menezes me trouxeram de volta a vida. A experiência de quase morte pela qual passei ao ler seu post e alguns comentários entusiasmados com a sua ideia de amor próprio. Uma coisa é se dar valor outra é tabelar preço. Você faz muito bem em se manter no anonimato, por que não haveria na terra um REAL bom partido disposto a se aproximar de uma mulher com estes conceitos. Mas nada disso é problema meu, só lamento ter tomado conhecimento da existência deste blog.

    ResponderExcluir
  16. Bom partido é aquele homem que paga suas contas para você estar sexualmente disponível para ele. Basicamente é uma prostituição velada. Tudo que vc tem a oferecer é um buraco quente e úmido que provavelmente nem é mais apertado e que só vai piorar com o tempo, enquanto ele pega a conta do seu Visa no final do mês e fala "deixa comigo".

    ME PARECE UMA ÓTIMA OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO!

    ResponderExcluir
  17. Acho interessante seu ponto de vista, mas não consigo aderir. Mas fica aqui a admiração pela coragem de postar isso e conseguir lidar com as críticas. Só tenho mais um comentário a fazer: por mais mal educados e grosseiros (que, me desculpem os autores, eu achei; por mais diferente que seja a opinião de um autor, deve-se ter bom senso, educação e consideração na hora de criticá-la) acredito que faz bem refletir e não apenas ignorar. Se depois de pensar sobre eles você irá descartá-los ou não, não faz tanta diferença. Mas ultimamente tenho aprendido a dar valor a essas reflexões "inúteis" aparentemente. Enfim, adorei o blog, acho seu estilo de escrita muito leve e divertido. Beijão!

    ResponderExcluir
  18. "Agente até aceita dividir ou pagar em ocasiões especiais, mas fazer isso sempre, por mais feministas que possamos ser, é terrivelmente assustador."
    'Sou feminista e tenho o poder nas mãos, menos na hora de pagar as contas.' -_-
    Bela argumentação a sua, e Agente é o 007.

    ResponderExcluir
  19. Esse texto é sério? Me fala que é uma piada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, lamento dizer. Ela se acha tão perfeita mas ao mesmo tempo tão vazia que precisa de um milionário para prover bens materiais para que sinta que é alguém.

      Excluir
  20. Com relação aos gastos que você se referiu, vale lembrar que eles ocorrem independentemente de qualquer homem. Sou lésbica e tenho exatamente os mesmos custos que você para manter minha vagina "em ordem". E assim como você, gasto tudo isso por mim e para mim.

    Nada contra seu blog ou suas convicções. Vivemos em um país livre e cada um acredita e prega o que quiser. E se eu gostasse de homem, dificilmente ficaria com um "zé ninguém". Mas aceitaria de bom coração alguém com um bom emprego, honesto e trabalhador. Ah, e ainda como relação ao que você defende, o nome disso é prostituição. Não consigo ver nenhuma diferença entre uma garota q roda a bolsinha na esquina e outra que tem a sua definição de "bom partido". Aliás, esse seu "bom partido"; que é o cara, bonito, rico, simpático, culto e etc não passa da versão moderna do bom e velho "príncipe encantado". Francamente, é triste ver q em 2014 ainda existam mulheres que esperam por ele.

    ResponderExcluir
  21. Pode dar preço para sí...mas depois não reclame quando for tratada como mercadoria.

    ResponderExcluir